Gisela Campos Coaching e Desenvolvimento pessoal

Eu sou 10% do que me acontece e 90% de como eu reajo a respeito

Oi meninas, como estão?!

Uma coisa é certa: Não podemos prever o que vai acontecer e muitas vezes ocorrem situações que nos afetam e nos abalam. Por isso li uma vez e marquei isso pra sempre: Eu sou 10% do que me acontece e 90% de como eu reajo a respeito!

Alguns gatilhos sempre mudam meu estado de espírito, seja uma espreguiçada, uma caminhada no lago, uma música em específico, um treino na academia ou pensar em todas as razões que tenho para agradecer… São ferramentas que parecem simples mas que sempre são capazes de transformar meu humor e consequentemente meu dia.

Hoje é sábado, mas sempre é dia de gratidão e tbm foi dia de treino, espreguiçada, músicas que gosto e caminhada no lago.

Nem sempre foi assim e eu já usei a comida como gatilho para o bom humor. O resultado era uma felicidade temporária, preguiça ao longo do dia e uns kg extras, porque isso me levava a compulsão alimentar. Remodelei meus pensamentos e atitudes e vinculei meus gatilhos de alegria a atividade física e dieta. Até virar a louca da salada, a louca do lago, a louca da academia aos fds. Essa aqui que vocês conhecem!

E tá aí uma coisa que ninguém pode fazer por você: A sua parte.

Como você anda cuidando da sua?!

Um beijo! E até o próximo post!!!

Quanto cabe em um ano?

Oi meninas… Como estão?!

Há exatamente 1 ano, eu estava jurando a minha tão sonhada e desejada OAB. Quanto cabe em um ano?

Poderia dizer que passou voando ou que tudo foi intenso demais desde então, mas só consigo me sentir grata por todas as benções colocadas em meu caminho e por ir atrás de todos os objetivos que traço pra minha vida até o fim.

Esta carteira transcende uma foto, ela significa o fim de um ciclo e o início de outro (AQUI ), um recalculo de rota, novas metas, uma promessa cumprida e um presente para aquele que me guia e me guarda todos os dias ( Meu pai 👨🏻❤️) e claro, uma vitória suada e mais que merecida.

Não, nunca é fácil, na vida tudo é batalhado e é isso que faz ela valer apena. São conquistas como estas que me dão combustível pra cair e levantar vinte vezes. Não se iludam com as redes sociais, apenas cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é.

Guarde sua dor no bolso e vá atrás de seus sonhos e da parte deliciosa porque a vida é boa se você a enxergar assim e isso meu bem… Só depende de você!

Um beijo meninas… Em breve novidades por aqui! To ansiosa pra contar pra vocês!

Lei da gratidão é a chave de todo o resto

Oi meninas, como estão?!

Post de hoje é reflexivo, porque sou eu!! E um blog meu sem reflexões (e big textões).. Não existe. HAHAHAH

Um domingo de sol, o lago igapó lotado, umas voltas e um açaí, lago vazio e uma chave a menos. Chego no carro e ele não abre, pq a chave simplesmente não sai (é estilo canivete). What? Haha Tinha caído em um lugar que passei. E aí eu no meu jeito Gisela de ser, comecei a agradecer por ter encontrado a chave. Só que não né. Na verdade, eu tinha uma idéia, mas ela podia estar em qualquer lugar. A bateria do meu celular acabou. O lago estava bem vazio e em um horário já perigoso mas afastei esse pensamento. Ao invés de xingar ou me preocupar, eu agradeci antes mesmo de achar e só fui atrás para materializar o que já estava agradecendo. Poderia me sentir grata por ter um carro para ter chave pra perder, já ajudaria a manter a calma também. Meu chaveiro dessa chave é “O sen
hor é meu pastor e nada me faltará!”. Comecei a andar e em 5 minutos a encontrei.

image2 (1)

Coincidência? Sorte? Essas horas eu vejo o tanto de energia que gastamos com sentimentos ruins que nada ajudam a solucionar o que queremos ou precisamos. Isso foi um exemplo bem simples que aconteceu comigo hoje, mas eu tento a todo instante aplicar a lei da gratidão na minha vida e posso garantir que funciona mesmo. Nem que seja para te manter calmo, sereno e com um coração agradecido. Você quer mais que isso? É a chave de todo o resto! Eu encontrei a minha faz um tempo.

image3Se você estiver com os pés cansados de tanto caminhar sem sentido, espero que encontre logo a sua para começar abrir portas onde até então só enxergava paredes!

Ás vezes parece piegas ou repetitivo falar da gratidão, mas eu juro que a todo instante eu a aplico em minha vida e colho os frutos disso. Quando você troca “a chavinha” do mau-humor, da preocupação, das resmungadas, e passa a ver o lado bom, começa a aliviar as tensões e pensar nas benções da sua vida, começar a enxergar a uma razão pra agradecer até no meio dos perrengues e… Juro… TUDO se transforma!
Você muda sua frequência vibratória em um instante, se a sua vontade era só xingar e resmungar, e você começa a agradecer, isso some, e você começa a se sentir melhor, mais calmo, mais feliz.. Experimenta. Como exercício mesmo, sabe? Nem sempre é fácil. Ás vezes temos que criar uma consciência de que não queremos nos sentir mal ou tristes, e ao invés de reclamar, passamos a agradecer… E plim. Estamos melhores.

Falando assim parece que é simples, e apesar de realmente ser, o mais difícil é tomar a atitude pra aplicar, justamente porque não se acredita. “Ah, eu quero reclamar mesmo, to bravgratidãoo.” Ok. Seu direito. Mas essa reclamação em nada ajudará a solucionar nenhum problema e pode até piorar a situação. É exatamente como eu disse: No mínimo você se sente mais calmo, sereno e grato.

E sinceramente? Quando você tem isso, você tem o resto. Sabe aquela paz de espírito e felicidade, que você queria tomar em forma de pílula ou saber a receita? Então. “Basta” aprender a controlar a mente. É esforço, é exercício diário.

“Não importa onde estamos, nossa mente é nosso lar”.

E eu quero uma mente grata e feliz. E você?

 

Um beijo good vibes hahah e até o próximo post!